Este livro é fruto dos estudos realizados pela primeira autora e orientados pela segunda. As ideias aqui contidas, resultados de sua tese de doutorado, revelam o longo caminho percorrido na compreensão das condições adversas e estressantes a que o trabalhador da área da saúde está submetido e os reflexos para a sua saúde e qualidade de vida.
Editora: EDITORA CRV
Categorias: Enfermagem

Tags:

#Enfermagem, #Enfermeiras - Saúde e Higiene, #Psicologia Social, #Resiliência

Autores:

Comentários
  • Este arquivo ainda não possui nenhum comentário... seja o primeiro a comentar!
Avaliações
  • Este arquivo ainda não possui nenhuma avaliação... seja o primeiro a avaliar!

ISBN: 978-85-8042-075-3

IDIOMA: Português

NÚMERO DE PÁGINAS: 162

NÚMERO DA EDIÇÃO: 1

DATA DE PUBLICAÇÃO: Editora CRV

Este livro é fruto dos estudos realizados pela primeira autora e orientados pela segunda. As ideias aqui contidas, resultados de sua tese de doutorado, revelam o longo caminho percorrido na compreensão das condições adversas e estressantes a que o trabalhador da área da saúde está submetido e os reflexos para a sua saúde e qualidade de vida.

Ao investigar a possibilidade de promoção de resiliência em enfermeiras, pretendemos abrir um espaço de discussão e reflexão sobre os enfrentamentos que essas trabalhadoras fazem diante das adversidades de seu contexto de trabalho.

Compreender o processo da resiliência poderá contribuir para uma mudança de paradigmas na formação para as áreas de saúde, uma vez que possibilita saltar de um modelo biomédico focado no desvio e na doença para uma perspectiva de prevenção e de promoção de saúde e qualidade de vida.

Além de ampliar os enfoques terapêuticos individuais para possibilidades de ações coletivas, a partir da proposição de grupos educativos e/ou de apoio aos profissionais de saúde no próprio contexto de trabalho, visando à construção de competências e habilidades para o enfrentamento das adversidades de maneira mais positiva, participativa e criativa.

Acreditamos, dessa forma, que a resiliência possa ser promovida ao longo da existência quando o sujeito apropria-se de sua condição de saúde, construindo novos sentidos e ações, buscando a superação e a transformação das condições atuais de saúde a que está submetido.

Para concluir, esse estudo nos auxilia a responder algumas questões sobre o pensar, o sentir e o agir das enfermeiras, no que se refere à sua atuação profissional e à sua saúde, dando-se ênfase no processo resiliente.
  • Este arquivo ainda não possui nenhum comentário... seja o primeiro a comentar!

Você também pode gostar:

REPENSANDO E CONSTRUINDO PRÁTICAS NA SAÚDE R$ 69,48
PROMOÇÃO DE RESILIÊNCIA EM ENFERMEIRAS uma possibilidade? R$ 56,29
INTERFACE DOS CUIDADOS CLÍNICOS EM ENFERMAGEM a implementação dos saberes e práticas ao paciente crítico R$ 56,28
SITUAÇÕES-PROBLEMA PARA O ENSINO DE FUNDAMENTOS DE ENFERMAGEM NO AMBIENTE HOSPITALAR R$ 91,92
ENFERMAGEM EM TERRITÓRIOS INDÍGENAS R$ 52,20
DA QUEDA À REABILITAÇÃO DE FRATURA DE FÊMUR idoso apoiando-se na família, religiosidade e reminiscência para voltar a andar R$ 44,28
A ENFERMAGEM E O INDIVÍDUO EM TERAPIA HEMODIALÍTICA PARA PROPOSIÇÃO DE CUIDADO HUMANO EM SUA DIMENSÃO ESTÉTICA uma abordagem fenomenológica R$ 55,08
Classificação de enfermagem da CIPE® para a prática clínica em estomaterapia R$ 48,00